Transformando Dados em Informações Valiosas

Por Eder Balbino

Ao longo dos últimos anos acompanhei de perto o que executivos e analistas se queixavam e dos desafios para se tornarem cada vez mais competitivos. Percebi que o mercado está se orientando cada vez mais por dados. Também já foi diagnosticado, que assim como está mudando o perfil dos decisores de investimentos em tecnologia, também está mudando o perfil das empresas mais competitivas do mundo: elas são jovens, dinâmicas e altamente tecnológicas. São empresas que souberam lidar com dados e os transformaram em informação valiosa para direcionar seus negócios.

E muito do que estamos vendo não foi guiado por altos investimentos em plataformas tecnológicas, o que estamos acompanhando é o caminho bimodal, com uso de soluções mais acessíveis que tragam resultados rápidos.

Mesmo grandes empresas, já não tem enxergado como solução ideal, tecnologias complexas, com alto investimento e dependentes de um time de analistas extremamente especializados. Basta observar que, a maioria das tecnologias do tema Big Data, são gratuitas e open source, a exemplo de sua maior referência, o Hadoop. Organizações que tem buscado eficiência operacional e que não tem tempo para projetos de implantação que levam meses ou até anos estão se despontando como as que de fato se tornam orientadas por dados. O que as empresas querem é velocidade, resolver seus problemas de forma rápida e com baixo custo. E mais, querem engajamento de todas as áreas, não só da área de Analytics ou de TI.

E com essa motivação é que surgem novas ideias, soluções que chegam para competir com as grandes e que são acessíveis a todos, seja pequeno, médio ou grande. Estou cada vez mais convicto que as áreas de negócio estão se preparando para depender cada vez menos de TI, tornando organizações data driven e que o Brasil, que está entre os maiores mercados de TIC do mundo, ocupando a 7ª posição, ainda tem muito a oferecer, a surpreender o mundo.

As empresas não se tornarão data driven enquanto delegarem a TI a responsabilidade de transformar dados em informação. Milhares de empresas estão ganhado espaço no mercado porque já nascem digitais e orientados a dados. Já as companhias tradicionais precisam e devem se transformar para recuperar o mercado e se reposicionarem. Empresas data driven são mais competitivas porque compreendem o comportamento de compra de seus clientes, o que possibilita criar estratégias mais inteligentes e ofertas direcionadas, assim como são mais inteligentes com o uso de dados em compras, finanças e todos os demais departamentos.

*Eder Balbino é cientista de dados e co-fundador da Gaio, startup brasileira de TI que atua com soluções de Big Data e Analytics com operações no Brasil e acesso disponível e gratuito para todo o mundo.